Acompanhe o que foi debatido na 6ª Sessão Ordinária do 2º período legislativo de 2018

Câmara Municipal de Morada Nova Poder Legislativo 6ª Sessão Ordinária do 2º período legislativo de 2018

A sessão começou sob a presidência do vereador Jorge Brito, o qual, depois de evocar a proteção divina, declarou abertos os trabalhos. Jorge propôs que todos ficassem de pé para, juntos, entoarem o hino do município e, após um minuto de silêncio em favor das pessoas falecidas na semana, em solidariedade aos seus familiares, o presidente passou a palavra para o primeiro secretário, vereador Marcos Aurélio, para que o mesmo fizesse a leitura da Ata da sessão anterior e do expediente do dia.

Grande Expediente:

Vereador Neto da Sinuca, como costumeiramente assumiu a Tribuna direcionando acolhimento aos colegas e o público presente, em seguida fez sua abordagem, fruto de caminhada e visita às instituições públicas nos distritos e na sede do município, voltou a falar dos problemas observados na área da saúde, no tocante à infraestrutura dos postos, região da Lagoa da Barbada na Lagoa Grande e adjacências, continua sem água, criticou duramente, o que, qualificou como abandono a escola na localidade de Lagoa das Carnaúbas e também a do distrito de Juazeiro, afirmando que a escola do referido distrito comporta 140 alunos e em função da demanda está havendo uma sobrecarga de energia comprometendo assim o funcionamento dos equipamentos.

“Falta monitor, a diretora não tem uma sala, não tem quadra de esporte” no tocante à Lagoa das Carnaúbas, o parlamentar que é da bancada de oposição afirmou “São 254 alunos, inclusive fotografei cadeiras quebradas, parece que foram encontradas no lixo, problemas do banheiro tudo quebrado” Mesmo não atribuindo a responsabilidade a vereadora Bia e a vice-prefeita Jane Martins, por residirem naquela localidade, o parlamentar na sua compreensão sugeriu que a escola da Lagoa das Carnaúbas não era para estar naquele estado” disse, Neto afirmou “A culpa é do prefeito, é do gestor, é um problema tão sério que só acredita quem vê, cadê o respeito do prefeito pela vice-prefeita Jane, pela vereadora Bia, aquilo é coisa de promotor de Justiça, o prefeito ainda não acertou com o nome do secretário de educação, já botou cinco e hoje ninguém sabe quem é o secretário” disse.

Neto fez questão de reiterar que entende o esforço da vereadora Bia e da vice-prefeita Jane Martins e as isentou-as de qualquer responsabilidade diante do descaso ora apresentado. Finalizou.

Vereadora Bia Martins, depois de acolher seus pares e o público em geral, socializou requerimento destinada a Secretaria de obras do município, reivindicando a conclusão pavimentar da Rua Damasceno Girão, em seguida se reportou a fala do vereador Neto que a antecedeu, afirmando ser válida suas observações, todavia, esclareceu que os problemas existem e que ela vem na medida do possível buscando amenizar, citando inclusive que ela mesma já teve de viabilizar a recuperação do telhado da escola e que dispõe de fotografias que retratam maior gravidade que as que o vereador Neto se referiu, quanto ao lixo que Neto destacou existir na escola, a parlamentar entendi que é um problema e precisa ser resolvido, mas, também não é uma ação que é uma vez por mês, é sistemática, por essa razão é natural ocorrer o acúmulo de lixo, mas, as providências estão sendo tomadas.

Bia também esclareceu que o seu sonho e ver aquela escola recuperada como já foi anunciada pelo próprio prefeito no dia em que foi assinar a ordem de serviço para construção da Unidade Básica de Saúde – UBS “Assim como um dos grandes sonhos da vice-prefeita Jane Martins e da vereadora Bia que é a construção do posto de saúde e agora está sendo uma realidade, também estamos confiantes que a recuperação da escola, irá acontecer visto que já foi anunciada pelo prefeito”.

A vereadora que é mãe da Vice-prefeita Jane Martins lembro que a escola está assim não é de hoje, se referindo a atual gestão, o problema é recorrente de gestões passadas afirmando, “Sem querer comparar, mas, já esteve bem pior” Finalizar.

Vereador Dr. Narcélio, cumprimentou a todos sem muitas delongas, reportou-se ao pronunciamento do colega Neto, colaborando com suas críticas afirmou “Na época da campanha alguns aliados do Vanderley Nogueira diziam que tinha dinheiro sobrando e que o problema era gestão, tem vídeos desses pronunciamentos, a escola do Aruarú tá uma tristeza, o vereador Jorge Brito dizia que tinha dinheiro… semana passada falei nessa Tribuna que a justiça bloqueou as contas de oito pessoas que participaram da gestão Vanderley Nogueira durante os cinco meses (Em 2013), agora dois secretários foram demitidos por improbidade administrativa e o pior, acusados por falsificação de documento, contratou pessoas sem chamar os concursados, mas, na verdade o responsável é o Vanderlei Nogueira, então é estranho, por que o prefeito não foi responsabilizado”? Indagou.

Narcélio que é da bancada de oposição, afirmou ainda que o prefeito não pagou o piso salarial do magistério, ultrapassou o teto de 54% recomendado pela lei da ficha limpa, no tocante a folha de pagamento “Mesmo assim, continua contratando” afirmou, “O município continua inoperante, se não fosse a verba que vem de fora tudo estaria parado”

O parlamentar entendi que, colocar o nome da professora Hilda Ponciano na Escola Modelo é oportuno, reconheceu ser uma justa homenagem, todavia, lamentou que a atual gestão não reconheça os direitos dos professores, o vereador dirigindo-se a diretora do Instituto ambiente do município sugeriu que o órgão possa fazer uma campanha de conscientização para que as pessoas evitem as queimadas, propôs ainda, que os romeiros que vão sempre nas moto romarias para Canindé, evitem durante o percurso soltar rojões. Finalizou.

Vereador Hilmar Sérgio, após acolher todos, socializou que esteve participando no Encontro Nacional de Comitês de Bacias Hidrográficas, assegurando ter sido de grande valia para a gestão de recursos hídricos, onde, o Ceará ocupa uma posição de destaque, sendo reconhecido internacionalmente, dirigindo-se ao colega Narcélio que o antecedeu “Lamento porque o Dr. Narcélio fala e depois sai, não espera para nos escutar” dirigindo-se ou vereador Neto “Neto fazer oposição é bom, eu mesmo em meu primeiro mandato assim como você também era de oposição” Sérgio que é da bancada de situação, fazendo referência ao afastamento do secretário de educação e obras afirmou “O juiz não demite ninguém, expediu liminar sugerindo o afastamento dos mesmos”.

O parlamentar acrescentou ainda que a prática de nomeação vem acontecendo ao longo da história de Morada Nova, afirmando que melhorou “Antes cada uma liderança escolhia os seus e botava, o prefeito Vanderley está fazendo com responsabilidade, pois, entende que as escolas que estão sendo reformadas, tão logo termine, será feita a nucleação, assim, haverá contenção de despesas, temos inúmeros problemas que irão perdurar” o vereador lamentou que o juiz junto com o Ministério Público, solicitou o afastamento dos secretários sem ouvir a parte acusada, “Mas tudo será esclarecido” assegurou.

Respondendo ainda ao vereador Neto “quero dizer que tenho a obrigação de perseguir o melhor” se o ex-prefeito Glauber pagou 17 milhões da gestão do Adler, o Vanderley em pouco mais de um ano que assumiu a prefeitura, está pagando mais que isso da gestão do Glauber, comparou, “Não estou preocupado com isso, bom é que o Governador Camilo está mandando verba para Morada Nova, tanto é que estamos todos nós votando nele, a nucleação vai resolver isso”, O parlamentar fez referência a importância da construção de espaços para a prática de esportes se referindo a Areninha, afirmando em forma de reflexão: “Já pensou se o Prefeito Vanderley resolver construir quadras de esporte ao invés de praça nas comunidades?, a preocupação do Prefeito com a educação é grandiosa, vamos continuar trabalhando, diferente das práticas das gestões passadas”.

Se referindo aos apadrinhamentos e nomeação sem observar o critério competência para ocupação dos cargos públicos, “Não chega uma obra sem antes ser elaborado um projeto, o recurso para recuperação das escolas, a conclusão do hospital regional, tudo isso, é reflexo de uma excelente equipe de profissionais projetistas, que o prefeito contratou”.

Hilmar afirmou ter voltado ao Parlamento com mais determinação, se reportou novamente ao encontro nacional os comitês de bacias hidrográficas e seu encontro com o governador Camilo Santana, onde, esse na oportunidade se comprometeu em criar uma agenda de trabalho para dialogar sobre gestão de recursos hídricos, disse ainda, que o governador pretende viabilizar a construção dos açudes: Riacho do Feijão e Riacho da Aroeira, solicitando o projeto dos mesmos, disse ainda que, Camila está empenhado no saneamento de Morada Nova. Finalizou.

Vereador Jorge Brito, acolheu o público que acompanha sistematicamente as sessões do Parlamento Municipal, parabenizou o colega Hilmar Sérgio pelo discurso esclarecedor, com bastante propriedade e conhecimento de causa, esclareceu que o projeto para construção dos açudes: Riacho do feijão e Riacho da Aroeira, estão no plano de governo do Camilo Santana, lamentou as práticas antigas dos prefeitos no tocante aos apadrinhamentos na comparação de cargos públicos, esclarecendo que é por essa razão que defende o concurso como único meio das pessoas acessarem as funções de servidores de carreira, pois, entende ser esta, a única forma promover justiça social.

Por essa razão o ministério público e o judiciário vão cobrar mais dos gestores, em seguida destacou o projeto que propõe o nome da professora Hilda Ponciano para a escola modelo, afirmando entender ser um reconhecimento de todos os morada novenses, agradeceu seu pares por terem por unanimidade aprovado o projeto em destaque.

Jorge lembrou que na próxima semana haverá o desfile de 7 de Setembro, sexta-feira portanto, por essa razão a sessão será antecipada para quinta-feira dia 6 de setembro, disse ainda que atendendo a uma solicitação da gestão, objetivando encurtar o tempo do desfile patriótico, a câmara municipal não irá desfilar nesse ano.

Como nada mais havia a ser dialogado, Jorge Brito na condição de presidente do Legislativo deu por encerrada a 6ª sessão Ordinária do 2º Período Legislativo de 2018.

Por Marcos Freitas

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

×

×